Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Relatório da Análise Independente sobre Falhas no Processo Eleitoral

Publicado: Segunda, 19 de Dezembro de 2022, 15h55 | Última atualização em Segunda, 19 de Dezembro de 2022, 15h55 | Acessos: 68

Não é novidade que a confiabilidade das urnas eletrônicas já foi questionada. Todavia, diversos são os fatores que reiteram a falta de fundamento de tal questionamento. A Universidade de São Paulo e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmaram em 2021 um convênio voltado a testar a segurança das urnas eletrônicas brasileiras, bem como identificar melhorias de segurança e transparência do processo eleitoral de forma geral. Essa colaboração conta ainda com a parceria de pesquisadores em diferentes universidades no Brasil e no exterior, sendo um destes o Roberto Samarone dos Santos Araújo, professor da Faculdade de Computação - UFPA; realizando análises diversas sobre o sistema de forma independente do TSE. 

Nas eleições de 2022, o Instituto Voto Legal (IVL), a pedido do Partido Liberal (PL), apresentou um conjunto de relatórios contendo diversas alegações – acerca dos logs das urnas eletrônicas, e outras de menor foco – sobre falhas graves no processo eleitoral de 2022. Por meio dos resultados da análise, constata-se que as principais conclusões dos referidos documentos são infundadas, havendo ainda diversas alegações que carecem de rigor técnico. 

O relatório completo dos pesquisadores da USP, UFSCar, UFPA e parceiros, juntamente com os tutoriais que permitem a qualquer interessado verificar as conclusões lá apresentadas, pode ser obtido aqui: bit.ly/RelatorioAnalise

 

Lattes do docente: lattes.cnpq.br/6894507054383644 (Roberto Araújo)

 

Reportagem da matéria: jornal.usp.br/artigos/alegacoes-sobre-falhas-nas-urnas-eletronicas-nao-tem-fundamentacao-e-rigor-tecnico/

 

#UFPA #ICEN #COMPUTAÇÃO

Fim do conteúdo da página